O jogo da imitação (The Imitation Game) - Eu já assisti | Filme

Oie!
Eu estava corrigindo umas redações do nono ano e era um resumo (relato) do filme O jogo da imitação. Eu, como profissional que sou, fui assistir o filme antes de corrigir (sou corretora, no momento) e resolvi fazer minha tarefinha também, com a pequena diferença de que farei uma resenha e não um resumo! (Resenha contém opinião e ponto de vista dos fatos, resumo contém apenas um resumo do que foi visto, simples!) Enfim, vamos lá!

Resumo:
Vou começar fazendo um resumo da história (sim, é baseado em fatos reais por isso não se escreve estória) e depois dou minha opinião, ok? ok!
O filme conta a história do inglês Alan Turing (interpretado pelo ator - também britânico -

Benedict Cumberbatch, que também já viveu Sherlock Holmes e Doutor Estranho).




O Alan fo um grande matemático, cientista da computação e vários outros títulos que ajudou os aliados (grupo composto por vários países na segunda guerra mundial mas que era liderado por EUA, Inglaterra, França e Rússia, basicamente) a vencer a guerra! "Como?" você me pergunta e eu te respondo: Ele desenvolveu uma máquina (nomeada por ele de Christopher) que foi capaz de descodificar a Enigma (que era uma máquina alemã que mandava mensagens criptografadas entre si para marcar onde seriam os ataques, como estava o tempo e esse tipo de coisas). Ele não trabalhou nesse projeto sozinho, pois obteve ajuda de seu time e de uma mulher chamada Joan Clarke (interpretado pela britânica Keira Knightley, maravilhosa, que interpretou a Elizabeth em Orgulho e Preconceito, meu filme favorito) todos muito inteligentes e dedicados. 



No meio do filme existem vários detalhes que só assistindo para saber. Já não é spoiler demais o filme ser baseado em fatos reais e a gente saber do final? risos 
Mas existem pontos importantes que precisam ser relatados:
O primeiro é que aparentemente o Alan tinha algum tipo de transtorno psicologico. Eu chutaria autismo, porque ele realmente não parece ser apenas uma pessoa tímida e insegura, ele demonstra mesmo dificuldades de interação, é muito reservado, dá foras em todo mundo e é de uma sinceridade que faz com que todos o detestem, etc. Mas, naquela época não existia isso, então, ele era apenas "tímido". O segundo ponto é que ele era homossexual e desde a infância que se viu apaixonado pelo Christopher (pessoa cujo nome foi dado à máquina) que era o único amigo da escola e que não o tratava mal, e o ajudava. O Alan foi condenado por promiscuidade (não lembro se é essa mesma a palavra) e ele tinha duas opções para aceitar perante o juiz, ou ele ia preso ou ele iria se submeter a um tratamento químico com hormônios. Ele preferiu os hormônios, mas aos 41 anos, pouco antes de fazer 42 existem relatos de que ele se suicidou embora a família acredite que foi apenas um acidente.
(misturei um pouco minhas pesquisas com o filme, mas o filme fala sobre basicamente tudo isso).



Opinião:
Gente, eu gostei sim do filme. Eu amo filmes históricos, apesar de que eles normalmente são tristes. Para um filme baseado em fatos reais ser transformado do script ou roteiro para um filme mesmo, é normalmente porque tem sofrimento no meio. O outro filme que a professora passou para os alunos foi o 12 anos de escravidão (12 years a slave) e que tem o final até legal, mas que triste!!
Resuminho, minha opinião sobre o filme é que ele é legal, traz muitas lições para nós e vou deixar três aqui em baixo:
1 - “Às vezes as pessoas que ninguém imagina que poderiam fazer algo são as que fazem coisas que ninguém poderia imaginar” - é uma frase que o Alan usa no filme quando ele contrata a Joan, que na época sendo mulher, jamais teria chance nesse trabalho. Então, temos que aprender a acreditar nas pessoas. Você olha lá, aquela pessoa tímida e calada e as vezes você não dá nada por ela, mas ela pode ser um gênio! Nunca subestime ninguém, especialmente você mesmo!!

2 - Como você trata as pessoas? As pessoas focam muito em os 13 porquês sendo que tem um filme histórico e baseado em fatos reais que fala justamente sobre o mesmo tema! O Alan sofria bullying quando era criança, por ser diferente (como suspeito, por ser autista - MAS ISSO NÃO É COMPROVADO, É SÓ UMA SUSPEITA MINHA COMO PESSOA QUE TÁ ASSISTINDO), prenderam ele no assoalho da escola (quem salvou ele foi o Christopher) e esse tipo de coisa. Então, reflita sobre como você trata as pessoas. Você não precisa de colocar ninguém para baixo para se sentir para cima, você só basta acreditar em si mesmo e ser gentil. Gentileza gera gentileza.

3 - Reforço, correndo o risco de ser taxada como repetitiva, confie em seus instintos! Sabe quantas vezes disseram na cara do Alan que a máquina dele não daria certo? Inúmeras! Mas ele continuou, enfrentou a todos e segundo estudos ele diminuiu a gerra em 2 anos pelo menos, salvando a vida de MILHÕES de pessoas. Então, quem sabe sua ideia não pode salvar nem que seja uma vida? Ou melhorar uma que não está tão bem? Ou melhorar a sua própria vida, fazendo sucesso e te deixando bem? Não desista! :D

É isso! Se se interessou pelo filme, assiste aí! Ele já esteve no Netflix mas não está mais, eu assisti pelo PopCorn Time. Se quiser que eu ensine como usar o popcorn time, me digam aí em baixo! Ele é gratuito, tem vários filmes que ainda estão no cinema do Brasil. O único problema (para alguns porque pra mim é ótimo) é só tem filme legendado. :D

Não farei classificação para um filme baseado em fatos reais e como não li o livro (sim, tem um livro) eu também não irei classificar a adaptação, apenas minha opinião sobre a produção do filme que foi de 5 estrelas (isso não conta para história e nem adaptação, acho que nesse caso é bem pessoal mesmo, assistam!)

Até mais! Tchaau!

0 comentários:

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário! o/

P.S.:¹ Leia o post antes de comentar :D
P.S.:² Seja sempre respeitoso e educado, ou seu comentário será removido. :B