Eu já li - O teorema Katherine - Resenha | Livro

Esse é um daqueles livros que todo mundo fala mal mas você decide arriscar, sabe?
Vou dizer de antemão logo que é um livro bom. Não é ruim e nem péssimo como já ouvi pessoas falarem.
Vou contar um pouco sobre ele pra vocês e depois dou minha opinião! :D



Resumo:
O livro conta a estória de Colin, o menino prodígio que sonha em deixar de ser apenas um garoto prodígio para ser um GÊNIO! Sim, esse é o sonho dele. E ele não é um gênio com matemática e nem nada, ele sabe resolver as coisas mas ele é bom mesmo em anagramas, em formar nossas palavras e frases em cima de outras palavras e tem a memória fotográfica. Uma coisa que ele não consegue evitar é de se apaixonar por Katherines, com a mesma forma de escrita (se fosse no Brasil ele ficar solteirão ou ia mudar isso porque a verdade é que aqui não tem muitas Katherines, rs). Enfim, ele já está namorando a 19ª Katherine e ela acabou de terminar o namoro com ele. Mas ele a ama, e não se conforma com o término, e nem se conforma em ser sempre ele quem faz as Katherines terminar com ele. Então, ele resolve desenvolver um teorema que determina quando e se a pessoa vai terminar com você e se você é o "terminante" - aquele que termina - ou o "terminado" - aquele que fica na bad sofrendo e que sempre terminam com você. No meio dessa ideia o amigo dele, Hassan, o convida pra fazer uma viagem de carro pra espairecer (porque ele tá muito mal com o término) e ele hesita, mas finda concordando. E é aí que a estória de fato começa. Ele pega estrada com o amigo e vão parar no túmulo do arquiduque Ferdinando (que mais tarde a gente descobre que não era exatamente ele), e daí eles conhecem Lindsay e Hollis (mãe de Lindsay) que são proprietárias (Hollis) de uma fábrica de cordões de B.O. (deu pra entender ne?) e começam a trabalhar pra ela e moram na mansão cor-de-rosa delas. Lindsay namora um outro cara que também se chama Colin, apesar de Hollis não gostar dele. Ela, Hassan e Colin (o personagem principal, não o outro Colin - OOC como é conhecido pelo trio) trabalham juntos e andam pela cidade entrevistando os trabalhadores da fábrica, onde eles descobrem muitas coisas sobre cidade pequena, sobre como o amor funciona e várias lições sobre amizade. Leia o livro pra saber o final! :D

Resenha (opinião):
O livro é interessante, muito inteligente e típico de John Green! haha Eles falam em inglês e algumas vezes em alemão e todos os palavrões são "disfarçados" é como chamar baralho em vez do outro nome, só que em inglês. Eles não dizem fuck*ng eles dizem fugging e a mesma coisa com os derivados. O que acho interessante. Tem algumas demonstrações de anagramas para quem quiser ler, mas é algo totalmente SE VOCÊ QUISER.
Eu demorei um bocado pra ler, admito. Eu não sentia tanta vontade de terminar como eu senti em A seleção por exemplo, mas é um livro bom, inteligente, com um final legal (esperado, mas legal) e você fica querendo saber um pouco mais sobre a estória, o que acontece depois e tal! Mas mesmo assim, é um bom livro. Ele não é ótimo e nem excelente e nem favorito, por isso dei apenas três estrelas que equivalem a bom.



Aspectos Físicos:
O livro é padrão dos livros de Green, mesmo tamanho.
As páginas são amareladas, o que eu gosto. O espaçamento e a fonte são ótimos e têm orelhas.
Dou 5 estrelas para aspectos físicos.




(Em breve posto as fotos oficiais :P)

0 comentários:

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário! o/

P.S.:¹ Leia o post antes de comentar :D
P.S.:² Seja sempre respeitoso e educado, ou seu comentário será removido. :B