Os olhos

Por que fechado estaria
Por que vazio estaria o meu coração?
Se quando olho aqueles olhos
Me destruo em compaixão.

Olhos sedentos de fome e de amor
Olhos que pedem com fervor
Me olham e imploram calor
Me gritam em silencio

Mas enquanto me compadeço
Roubada sou
Pegam meus bens e correm
Correm e somem

E nesses momentos
Minha piedade desaparece
Minha compaixão se consome
Como fogo na palha

Queria te ajudar garoto
Te pagar um lanche, quem sabe?
Mas você vem e me rouba
Sem piedade

Será que o olhar é de fome?
Ou será que é atuação?
Será que ele quer sair da rua?
Ou será que ele gosta de acomodação?

Viver na rua não parece cômodo
Parece ser bem complicado
Mas quando vejo essas coisas
Coloco meus pensamentos de lado

A raiva sobe como calor
Vai enrubescendo meu rosto
Quando estou prestes a estourar
Começo a pensar
"Será que o Pai vai se agradar?"
"Será que Ele faria isso?"
Então fecho os olhos
Recobro meu juízo

Vou para casa
Pensar como agir
Ele é menor de idade
Ele "pode" infringir

Então quando olho esses olhos
Não sou enganada mais
Pode ser sincero ou falso
Pode me abraçar ou me machucar

Não consigo confiar

Mais uma vez sou roubada...
Como fechado estaria
Como vazio estaria o meu coração?
Se quando olho aqueles olhos
Mais uma vez me destruo
Me destruo em compaixão

0 comentários:

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário! o/

P.S.:¹ Leia o post antes de comentar :D
P.S.:² Seja sempre respeitoso e educado, ou seu comentário será removido. :B