Se eu tenho medo? (...)

Não venha me dizer para ficar calma...
Eu não vivo em um mundo tranquilo.
Meu país não me dá segurança.
Eu não estou segura aqui.

No dia-a-dia, quando eu saio na rua, eu sinto medo.
Não posso pegar meu celular para olhar as horas,
Não posso sair com um relógio mais caro que comprei,
Meu notebook? Nem pensar. Está sempre em casa, preso.
Ando olhando para trás e para os lados, esperando o ataque.

O ataque pode vir a qualquer momento, não quero estar despreparada.
Odeio me assustar.
Estou sempre atenta.
Quando saio na rua, não sinto liberdade,
Sinto medo.

Eu não demonstro.
Eu demonstro tranquilidade, paz...
Mas eu tenho medo.
Eu olho para o lado e vejo um suspeito...
Não venha me chamar de preconceituosa só porque estou julgando ele...
Ele está caracterizado e eu tenho medo

Pés descalços ou calçados por um tênis sem meia ou por um sapato social lustrado
Roupas sujas e fedidas ou uma camisa social bem passada cheirando à limpeza
Cabelos grandes, sujos e desgrenhados ou cabelos limpos, cortados e penteados,
São todos iguais.
Pobre precisando de dinheiro, rico precisando de dinheiro

Dinheiro para drogas, dinheiro para ostentar
O meu dinheiro, que trabalhei duro pra ganhar
Um tem uma arma, o outro um cartão
Um tem O olhar que me dá medo, o outro me cativa
Mas ambos são maus.
Um por "necessidade", o outro por diversão

Qual o pior?

Um quer drogas, ou sustentar a família e esse é o jeito "mais fácil" ou mesmo a maneira que encontrou. O outro é viciado em dinheiro e como "não tem o suficiente" toma dos outros.
E eu estou aqui, trabalhando e perdendo.
Voltando pra casa, com medo.
Qual será o próximo a me atacar.
Eu tenho medo.
Quero fugir.
Quem há de me salvar?
Só Deus.
Não tenho esperança aqui.

0 comentários:

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário! o/

P.S.:¹ Leia o post antes de comentar :D
P.S.:² Seja sempre respeitoso e educado, ou seu comentário será removido. :B