Pensamentos Transcritos - Gratidão

"Quando a gente dá de cara com a morte, nossa vida inteira passa diante de nossos olhos."
Embora eu ame coisas clichês, esse clichê não me agrada muito. Se você está se perguntando por quê, não se preocupe, vou explicar agora mesmo.
Eu já passei por momentos na vida que eu achei que ia morrer. Seja em um acidente de carro com minhã mãe, seja quando eu ia atravessar a rua e quando olhei para o lado estava vindo um ônibus tão rápido que eu senti o vento passando bem perto do meu rosto, ou quando eu ia saindo de casa, dirigindo, e saíram bandidos atirando uns nos outros em uma troca de balas insana em que fiquei paralisada, seja quando perdi algo que eu realmente amava e fiquei tão triste que senti a mesma sensação que senti quando passei por todos os outros fatos. Fora outros que nem lembro mais. Você pode estar aí, rindo da minha cara e dizendo que nada disso é risco de vida quando se compara com outros acidentes por aí, blablabla... eu vou te dizer uma coisa, quando uma pessoa tá passando de cara com a morte a sensação é a mesma para todos, seja um acidente grave que realmente aconteceu ou seja um quase acidente que não aconteceu por um triz e a sensação não é de que a vida passa diante de seus olhos, de todos os momentos bons, das pessoas que se ama, das coisas que ia deixar pra trás, de momentos alegres e de superações, o que passa é o seguinte: Tudo fica em câmera lenta, seus olhos se abrem, paira um silêncio absoluto ao redor e você pensa "é isso". Daí quando você passa por esse momento, que é quando a morte tá de frente com você, então você nota que está vivo, as coisas as vezes começam a ficar em velocidade normal, as vezes ela fica lenta por algum tempo, até alguém falar com você e você escutar (porquê pode acontecer de você ficar tão atordoado que nem escuta o que está ao redor) e aí sim, depois que a morte já foi embora, sua vida começa a passar em sua mente, com uma trilha sonora linda que combina com cada momento, você vai lembrar de todas as alegrias que teve e de algumas tristezas, de momentos que te fizeram refletir ou que foram importantes para sua vida, e aí você vai sentir uma sensação maravilhosa que vai te emocionar e te fazer valorizar mais a vida: a gratidão por estar vivo. Você então vai acordar feliz, agradecer a Deus pela vida, vai passar pelas pessoas e dar bom dia, ficar sorrindo feito bobo quando lembrar... pena que isso só vai durar alguns dias, até você esquecer de novo e começar a levar a vida de modo automático, sem prazer, sem vontade, sem motivação a ponto de sair andando distraidamente pensando no quanto queria que fosse diferente e aí passar pela mesma experiencia. Isso pode se tornar um ciclo, mas tudo depende de como você vai ver as coisas.
A gratidão pela vida e pela saúde, pela família e por tudo de bom que você tem deve ser constante. 
Uns tem muito, outros nada mas para cada um aquilo que tem deve ser importante, para cada um a gratidão deve ser constante, assim como a luta pela felicidade e por aquilo que vai te fazer feliz. Pense um pouco. :)

0 comentários:

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário! o/

P.S.:¹ Leia o post antes de comentar :D
P.S.:² Seja sempre respeitoso e educado, ou seu comentário será removido. :B