A probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista - resenha

Olá!
Como eu falei na postagem anterior, eu estive doente e nisso, fiquei com bastante tempo por um dia, e nesse dia eu li PEAPV, de uma vez só, e sem deixar escapar nada.
O livro conta uma história que se passa em 24h, quando Hadley está no aeroporto, indo de Connecticut para Londres para o casamento de seu pai.
Hadley já estava muito chateada por ter que ir forçada ao casamento de seu pai com outra mulher, odiava aeroporto (e maionese) e além de passar por todos os problemas pelos quais ela estava passando, ela ainda perdeu o voo (por causa de 4 minutos) e teve que esperar mais três horas para pegar o próximo voo. Nesse intervalo de tempo, ela conheceu um rapaz, o nome dele é Oliver, um britânico que estuda em Yale, e ele logo ficou muito próximo a ela e no decorrer do percurso (no avião inclusive) eles conversaram bastante e souberam dos segredos um do outro. Depois de tudo isso, ocorreram uma série de acontecimentos no decorrer do dia e do casamento e do evento para qual Oliver foi que quem quiser saber de fato o que ocorreu, terá que ler o livro, hehe.


Minha opinião:
O livro é de uma leitura muito leve e descomplicada; no início, quando Oliver se aproximou de Hadley eu pensei logo "a história vai ficar muito clichê... acho que não vou gostar", mas ocorreram coisas que 'me surpreenderam' digamos assim. Mas ao final, eu o havia previsto, contudo o livro não apenas conta uma estória, ele também tenta mostrar a força que o amor tem, e principalmente sobre o fortalecimento de um relacionamento de pai e filho(a) e como isso pode afetar a vida de uma pessoa - isso eu digo tanto em relação a ele como a ela, já que ambos tiveram seus problemas familiares - e que há a probabilidade de em um dia conhecermos mais uma pessoa do que alguém que viveu a vida toda ao lado dela, e de sermos conhecidos por alguém que conhecemos hoje mais do que alguém que esteve ao nosso lado toda a vida. Isso não é comum e obviamente que não podemos confiar em todos (...) a probabilidade é baixíssima, mas existe. É um livro fofo, que conta uma história pouco provável, mas muito bonita.
Recomendo.



0 comentários:

Deixe seu comentário

Deixe aqui seu comentário! o/

P.S.:¹ Leia o post antes de comentar :D
P.S.:² Seja sempre respeitoso e educado, ou seu comentário será removido. :B